Acesso Restrito

  1.  
  2.  

Independência

 

Além das práticas de boa governança corporativa constantes no Estatuto Social, os aspectos de independência são fundamentais para execução e qualidade dos trabalhos.

 

 

Para atingir este objetivo a Cnac tem as seguintes regras definidas:

 

  • impossibilidade de o auditor ser sócio da cooperativa auditada
  • rodízio das equipes e responsável técnico dos trabalhos
  • impossibilidade de auditar cooperativas cujos seus conselheiros (Cnac) exerçam cargos estatutários ou função de gerência
  • impedimento de contratação de auditores pelas cooperativas por um período de um ano após o fim dos trabalhos de auditoria
  • impossibilidade de auditar entidades com vínculo societário direto
Voltar

CNAC - Confederação Nacional de Auditoria Cooperativa © 2011